top of page

A quimioterapia no tratamento do câncer de cabeça e pescoço

Quando o câncer de cabeça e pescoço é diagnosticado as informações fornecidas pelo laudo anatomopatológico vão direcionar a decisão da equipe médica sobre o protocolo de tratamento a ser seguido. Isso vai depender do tipo e subtipo do tumor, seu grau de estadiamento e as condições clínicas do paciente.




No caso do câncer ser descoberto em estágios iniciais, o tratamento mais indicado é a cirurgia e a radioterapia. Já quando a doença se apresenta em estágios avançados, com a presença de metástase (quando o câncer invade outros órgãos além do local de origem) ou doença recidivada, geralmente é indicada a quimioterapia. A indicação da quimioterapia pode ser combinada com a radioterapia e/ou com a cirurgia.


O que é a quimioterapia?


É um tipo de tratamento que utiliza medicamentos potentes com o objetivo de combater e destruir as células cancerosas em qualquer parte do organismo. Pode ser utilizado um único medicamento ou a combinação de alguns deles a depender do tipo de tumor.


O tratamento quimioterápico pode ser realizado tanto com o paciente internado, em ambulatório ou em casa. As formas de administração do medicamento podem ser por:


  • Via oral (pela boca): em forma de comprimidos ou cápsulas. São usados em casa.

  • Via Intravenosa (pela veia): administrada por meio de cateter temporário ou permanente (um tubo fino colocado na veia). A medicação é diluída em soro.

  • Via Intramuscular (pelo músculo): administrada por injeções aplicadas no músculo.

  • Via Subcutânea (pela pele): administrada por injeções aplicadas por baixo da pele.

  • Via Intratecal (pela espinha dorsal): medicamento é aplicado no líquor (líquido da espinha), pelo próprio médico ou no centro cirúrgico.

  • Tópico (sobre a pele ou mucosa): com medicamentos na forma de líquidos ou pomadas, aplicado na região afetada.

Tipos de quimioterapia para o tratamento do câncer de cabeça e pescoço


A quimioterapia para o tratamento de câncer de cabeça e pescoço pode ser administrada em conjunto com a radioterapia ou a cirurgia ou de forma isolada. Os tipos de quimioterapia podem ser:


  • Quimioterapia neoadjuvante ou de indução: Realizada antes do tratamento primário (cirurgia ou radioterapia), quando há necessidade de reduzir o tamanho do tumor com o objetivo de diminuir a agressividade do tratamento cirúrgico, por exemplo. 

  • Quimioterapia adjuvante: É realizada após o tratamento primário como a cirurgia e tem o objetivo de reduzir o risco da doença voltar e também eliminar as células cancerígenas que possam ter se espalhado para outros órgãos

  • Quimiorradiação: É realizada concomitantemente à aplicação da radioterapia para reduzir ou eliminar tumores que não podem ser removidos pela cirurgia ou em casos em que essa combinação é eficaz sem que seja necessário o tratamento padrão com cirurgia e radioterapia.

 

Efeitos Colaterais da Quimioterapia


Os efeitos colaterais mais comuns do tratamento quimioterápico são: vômito, náuseas, sensação de cansaço, diarreia e perda de pelos.

 

Duração da Quimioterapia


A quimioterapia é administrada em ciclos que se alternam entre períodos de tratamento e repouso. A duração pode variar de paciente para paciente a depender das condições clínicas e também do tipo de câncer e medicamento.  

bottom of page