top of page

A radioterapia no tratamento do câncer de cabeça e pescoço

Além da cirurgia e da quimioterapia, uma das modalidades mais indicadas para o tratamento do câncer de cabeça e pescoço é a radioterapia, um procedimento que utiliza radiações ionizantes para destruir ou diminuir o tumor ou impedir a sua progressão.



A radioterapia é fundamental no tratamento do câncer de cabeça e pescoço e muito utilizada, tanto de forma isolada ou combinada com a cirurgia ou com a quimioterapia.


A indicação vai depender das características do tumor e das condições clínicas do paciente.


 Como acontece o procedimento


O equipamento utilizado para a realização da radioterapia é o Acelerador Linear, ele produz as radiações que são direcionadas ao local do tumor.


É o médico radio-oncologista quem vai fazer a avaliação do paciente para indicar a radioterapia. Por meio do resultado de um exame de tomografia computadorizada, ressonância magnética e o PET-CT, o radio-oncologista juntamente com físico médico definem o planejamento radioterápico, que consiste na delimitação do local exato que será irradiado, a proteção dos locais,a serem preservados, a quantidade de radiação e sessões necessárias, que variam entre seis e sete semanas.  Geralmente, as sessões acontecem diariamente e têm a duração de cerca de 20 minutos.


Para que a irradiação seja precisa no local do tumor, são utilizadas máscaras termomoldáveis individuais e descartáveis, que são produzidas nas medidas exatas do roto do paciente. O objetivo é isolar as demais regiões, deixando exposta apenas a região a ser irradiada.


O médico radio-oncologista fará o acompanhamento do paciente durante todo o processo para avaliar possíveis intercorrências e orientar sobre as condutas necessárias para minimizar efeitos colaterais do tratamento, caso ocorram.


Após o término de todas as sessões indicadas, são realizados novos exames para avaliar o resultado do tratamento.


Efeitos colaterais do tratamento com radioterapia


Alguns efeitos colaterais podem surgir durante o tratamento radioterápico.  Esses efeitos podem ser variados a depender do local e da extensão do tumor e do tipo e quantidade de radiação que será administrada.  Os principais efeitos colaterais são:


  • Dificuldade na ingestão de alimentos

  • Boca seca

  • Perda de apetite

  • Náuseas

  • Feridas na boca, mucosite

  • Alteração na pele (descamação, vermelhidão, ressecamento)

  • Queda de cabelos e pelos

Ao surgir qualquer um dos sintomas, o médico deve ser informado. Ele afará o acompanhamento e dará as orientações para minimizar esses sintomas

bottom of page