top of page

Saúde do homem: como prevenir o câncer de cabeça e pescoço?

O mês de novembro traz à tona a importância de conscientizar os homens sobre os cuidados com a saúde e sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata, o tipo de tumor mais frequente na população masculina depois do câncer de pele não-melanoma.



Assim como o câncer de próstata, o câncer de cabeça e pescoço também precisa de atenção pois a sua incidência em homens é maior do que nas mulheres e isso tem um motivo. Segundo dados do Globocan 2020, do IARC/OMS, em 2020, a estimativa de novos casos de câncer de cabeça e pescoço, contemplado tumores de orofaringe, nasofaringe, hipofaringe, laringe, cavidade oral e glândulas salivares em homens foi três vezes maior que nas mulheres, totalizando 700 mil novos casos.


No nosso artigo vamos explicar os fatores que contribuem para esse cenário e também quais são as formas de prevenção do câncer de cabeça e pescoço. O primeiro passo é a informação, conhecer a doença e tomar as medidas necessárias para evitá-la ou diagnosticar precocemente, quando as chances de sucesso no tratamento são muito maiores.



 

Por que o câncer de cabeça e pescoço atinge mais os homens?


Todos os tipos de câncer de cabeça e pescoço somados, segundo o levantamento Globocan 2020, do IARC/OMS, totalizam mais de 1,5 milhão de novo casos/ano, sendo o câncer de tireoide o mais comum (586,2 mil), cavidade oral (377,7 mil), laringe (184,6 mil), nasofaringe (133,3 mil), orofaringe (98,4 mil), hipofaringe (84,2 mil) e glândulas salivares (53,5 mil).


Se excluirmos o câncer de tireoide que é mais prevalente em mulheres, o número de casos de câncer em homens é três vezes maior que na população feminina. Isso se explica pelos comportamentos e hábitos que são mais comuns entre os homens e que são fatores de risco para o desenvolvimento desses tipos de câncer: o tabagismo e o consumo em excesso de bebidas alcoólicas.


Os homens se enquadram no grupo que mais consome esse tipo de produto constantemente e além disso, também são os que menos cuidam da saúde e adotam a medicina preventiva, com a realização de exames de rotina e consultas periódicas ao médico, o que reduz a possibilidade de diagnósticos precoces.

 

Sinais e Sintomas do câncer de cabeça e pescoço


Ao notar algum dos sinais abaixo que sejam persistentes por mais de três semanas, é fundamental buscar avaliação médica para descartar qualquer suspeita de um câncer de cabeça e pescoço:


  • ferida na boca que não cicatriza

  • manchas esbranquiçadas na boca

  • rouquidão sem causa aparente

  • nódulo palpável no pescoço

  • dor de garganta que não melhorar com o uso de antibiótico

  • dor ou dificuldade para engolir ou respirar

  • sangramento ou secreção persistente pelo nariz.

  • dor no ouvido ou dificuldade para ouvir

  • dores de cabeça e tosse persistente.


O câncer de cabeça e pescoço tem cura e isso depende do estágio em que o diagnóstico acontece. Quanto mais precoce o diagnóstico, maiores as chances de cura da doença.

 

Como prevenir o câncer de cabeça e pescoço?


A adoção de alguns hábitos pode contribuir para a prevenção do câncer de cabeça e pescoço. Cerca de 30% dos casos de câncer poderiam ser evitados com essas atitudes:


  • Não fumar nenhum produto que tenha tabaco

  • Manter a higiene bucal adequada, com visitas regulares ao dentista

  • Evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas

  • Manter uma alimentação saudável, rica em frutas, verduras e legumes e pobre em carnes salgadas, defumados e embutidos

  • Não se expor ao sol sem proteção

  • Se vacinar contra o HPV – Papilomavirus Humano. A infecção pelo HPV também é fator de risco para o câncer da cavidade oral. A vacina é disponibilizada gratuitamente pelo SUS a meninas e meninos entre 11 e 15 anos de idade.

  • Usar preservativo durante as relações sexuais

  • Praticar exercícios físicos regularmente e manter o peso adequado

  • Conhecer e estar atento aos sintomas do câncer de cabeça e pescoço para fazer o diagnóstico precoce

bottom of page