top of page

Câncer de laringe: quais as causas, sintomas e formas de prevenção?




Segundo dados do INCA – Instituto Nacional do Câncer, estima-se que em 2023, no Brasil,  7.790 novos casos de câncer de laringe serão diagnosticados. A laringe é a parte da garganta localizada entre a base da língua e a traqueia, onde estão as cordas vocais. O câncer de laringe pode se desenvolver em qualquer uma das regiões da garganta.


O câncer de laringe é o nono tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros e o segundo mais comum na região de Cabeça e Pescoço, atrás apenas dos tumores de cavidade oral


CAUSAS E PREVENÇÃO


O câncer de laringe é mais prevalente em homens acima dos 50 anos e tem como principais causas o tabagismo, o consumo em excesso de bebida alcoólica e a infecção pelo vírus HPV – Papilomavírus Humano, transmitido principalmente pelo contato sexual. Além desses, o refluxo gastroesofágico, uma doença crônica, também pode levar ao desenvolvimento da doença. 


Cerca de 30% dos casos de câncer de laringe poderiam ser evitados com a adoção de algumas medidas.


  • Não fumar nenhum produto e evitar o tabagismo passivo

  • Evitar o consumo excessivo e constante de bebidas alcoólicas

  • Manter o peso corporal adequado

  • Cuidar da saúde da voz


SINTOMAS


Os principais sintomas de câncer de laringe, que podem variar de acordo com a localização e estágio da doença, são:


  • Rouquidão ou alterações na voz;

  • Dificuldade para engolir alimentos ou sensação de algo preso na garganta;

  • Dor de garganta ou de ouvido persistentes;

  • Caroço no pescoço;

  • Tosse constante;

  • Problemas respiratórios;

  • Perda de peso sem motivos.


Os sintomas podem não ter relação com o câncer de laringe, mas é preciso estar atento e consultar um médico especialista para uma avaliação mais precisa.


DIAGNÓSTICO


Ao observar alguma alteração suspeita é importante o paciente buscar avaliação de um médico otorrinolaringologista ou cirurgião de cabeça e pescoço. Além do exame clínico, o médico pode solicitar a realização de uma laringoscopia e exames de imagem (tomografia, ressonância magnética) e, se necessário, uma biópsia da lesão para confirmar ou descartar o diagnóstico.


O tratamento do câncer de laringe vai depender do estágio da doença e das condições clínicas do paciente, podendo ser indicada a cirurgia, combinada com radioterapia ou quimioterapia após a cirurgia para reduzir as chances de recidiva do câncer.

Quanto mais precoce for o diagnóstico da doença, maiores são as chances de sucesso no tratamento.

bottom of page