top of page

Quais são as causas e sintomas do câncer de laringe?




O câncer de laringe é um dos tipos mais comuns de câncer de cabeça e pescoço. A laringe está localizada entre a base da língua e a traqueia e o câncer nessa região pode se desenvolver nas três áreas que formam a laringe: a supraglote, a glote e a bubglote. Na maioria dos casos o tumor se desenvolve na glote, onde estão localizadas as cordas vocais.


A doença é mais prevalente em homens acima dos 50 anos e existem alguns fatores de risco importantes que predispõem ao desenvolvimento do câncer de laringe. Esses fatores em sua maioria podem ser evitados com a adoção de algumas atitudes.


Entenda quais sãos esses fatores:


O fumo e o álcool são os principais fatores de risco, sendo que o fumo aumenta em 10 vezes a chance de desenvolvimento do câncer de laringe.


A infecção pelo vírus HPV – Papilomavírus Humano, transmitido principalmente pelo contato sexual (nesse caso oral) também é considerado um fator de risco. Além desses, o refluxo gastroesofágico, uma doença crônica, também pode levar ao desenvolvimento do câncer


Sintomas do câncer de laringe:


Alguns sintomas podem indicar a suspeita de um câncer de laringe e eles podem ser diferentes a depender da localização do tumor. Por exemplo, a dor de garganta, principalmente durante a alimentação, pode indicar um câncer na supraglote e a rouquidão um tumor na glote ou subglote.


O câncer supraglótico geralmente é acompanhado de outros sinais, como alteração na qualidade da voz, dificuldade de engolir e sensação de "caroço" na garganta. Nas lesões avançadas das cordas vocais, além da rouquidão, podem ocorrer dor na garganta, disfagia mais acentuada e dispneia (dificuldade para respirar ou falta de ar).


Possíveis sintomas:


  • dor de garganta persistente

  • rouquidão persistente

  • alteração na qualidade da voz

  • dificuldade de engolir

  • sensação de "caroço" na garganta

  • nódulo (caroço) no pescoço


Na maioria das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas se eles persistirem por mais de duas semanas é importante procurar avaliação médica. Se houver suspeita de câncer de laringe, o médico vai solicitar alguns exames para diagnóstico, como a laringoscopia e exames de imagem (tomografia, ressonância magnética) e, se necessário, uma biópsia da lesão para confirmar ou descartar o diagnóstico.


O tratamento do câncer de laringe vai depender do estágio da doença e das condições clínicas do paciente, podendo ser indicada a cirurgia, combinada com radioterapia ou quimioterapia após a cirurgia para reduzir as chances de recidiva do câncer.

Comentarios


bottom of page